terça-feira, 25 de dezembro de 2018

UM NATAL EM NOVA IORQUE



Duas senhoras mineiras, fazendeiras ricas do interior do estado, gostavam muito de viajar. Sempre que sobrava tempo iam gastá-lo na Europa ou Estados Unidos. 

Desta vez, era época de Natal e as duas passeavam em Nova Iorque. Quem conta é uma médica minha amiga que, por razões óbvias, evita declinar os nomes. Certa noite, depois de um espetáculo da Broadway, resolveram voltar a pé para o hotel, que não ficava tão longe do teatro. Agasalhadas para enfrentar o vento frio , caminhavam distraidamente quando notaram que estavam sendo seguidas. As milionárias mineirinhas, acostumadas com a violência que rondam as pessoas no Brasil , ficaram de orelha em pé. Olharam para trás e viram que se tratava de uma pessoa alta, quase dois metros, metida num capote preto e puxando um enorme cão pela coleira. O medo de um assalto ou coisa pior tomou conta das duas. Não aparecia mais ninguém na rua e resolveram apressar o passo. Para desespero delas, o gigante estava cada vez mais perto. Elas mudaram de calçada e ele também. Chegaram ao hotel correndo e foram direto para o elevador. Quase desmaiaram quando viram o misterioso homem da noite segurar a porta para que o cão, que também não era dos menores, entrasse. Quando uma delas apertava o botão correspondente ao andar onde estavam hospedas, ouviram uma palavra de ordem, que as fez tremer : 

"Sit! ". Mais que depressa, as duas se jogaram ao mesmo tempo no chão do elevador, obedecendo com a mesma precisão do cão a ordem daquele homem. Na primeira parada do elevador o homem e seu obediente animal saíram e as duas seguiram tremendo até a chegada do andar de seus aposentos. Foi uma situação de tanto medo que só depois é que a ficha foi cair. Devia ser um hóspede e a ordem foi para o cão que se acomodou e não perturbou. No dia seguinte, quando passavam pela portaria, rumo ao café da manhã, foram abordadas por uma moça da recepção. Senhoras, deixaram essas flores pra vocês. O bouquet era lindo e vinha acompanhado de um cartão: Senhoras, muito obrigado pela noite graciosa que me proporcionaram. Foi muito  divertido. Um abraço do Michael Jordan.

Ele mesmo, o famoso ex-jogador de basquetebol, 1,98 m. , atualmente dono da equipe da NBA Charlotte Hornets. É considerado por muitos como o melhor jogador de basquete de todos os tempos e também como um dos mais importantes desportistas masculinos da história.

HEBDOMADÁRIOS CEARENSES

  Wilson Ibiapina Jornais de pequenas cidades do interior do Ceará, principalmente no século passado, sempre se manifestavam em defesa de ca...