terça-feira, 13 de dezembro de 2011

FORTALEZA SEM MEMÓRIA: O CASTELO DO PLÁCIDO




O comerciante Plácido de Carvalho era proprietário de muitos terrenos no centro da Cidade de Fortaleza. 


Em uma de suas viagens a Europa, conheceu na Itália a jovem Pierina Giovanni, a quem propôs casamento e vinda para o Brasil. Como insistiu muito, a jovem condicionou sua vinda à construção de um palácio para residência do casal.

Plácido adquiriu a planta de um castelo na Itália e o fez construir em Fortaleza, por João Sabóia Barbosa, na Avenida Santos Dumont, entre as ruas Carlos Vasconcelos e Rua Monsenhor Bruno, volta de 1912.

Pierina e Plácido se casaram e viveram juntos até a morte de Plácido, em 1935. Em 1974 o castelo do Plácido foi vendido para o grupo Romcy, que construiu um supermercado.


Na iminência de seu tombamento, o Castelo foi demolido da noite para o dia. 


Passaram-se os anos e o terreno ficou abandonado até que o governo o desapropriou e nele construiu a Central de Artesanato Luiza Távora.






10 comentários:

  1. Porra... to bestificado... realmente me interesso pela história de minha cidade. fiquei feliz com esse post

    ResponderExcluir
  2. Uma pequena correção, não chegou a ser construído o hipermercado Romcy.

    ResponderExcluir
  3. Interessante essa história do "Taj Mahal" cearense

    ResponderExcluir
  4. O Grupo Romcy,foi o responsável pela demolição do Castelo do Plácido.Uma vergonha para o Ceará.

    ResponderExcluir
  5. Na minha juventude, tive o prazer de visita-lo, ja desocupado...

    ResponderExcluir
  6. Um belo presente e uma prova de amor do comerciante Plácido de Carvalho, a sua amada italiana Pierina Giovanni.
    É lamentável que nossas "autoridades" tenham destruído o nosso "Taj Mahal".

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Soube de um amigo, q conhece muito da historia das famílias ilustres de fortaleza, e q a historia " por trás" disso tudo era q placido era gay. Casou com pierina, italliana, prostituta refinada na franca, por meio de um acordo. Esta, por sua vez, negociou bem caro sua vinda p ca e p bancar o papel de esposa, de um milionario gay nao assumido. Trouxe inclusive seu amante, Emílio hinko, com quem veio a casar pouco tempo depois q ficou viuva. Nao sei se tem fundamento.

    ResponderExcluir
  9. Soube de um amigo, q conhece muito da historia das famílias ilustres de fortaleza, e q a historia " por trás" disso tudo era q placido era gay. Casou com pierina, italliana, prostituta refinada na franca, por meio de um acordo. Esta, por sua vez, negociou bem caro sua vinda p ca e p bancar o papel de esposa, de um milionario gay nao assumido. Trouxe inclusive seu amante, Emílio hinko, com quem veio a casar pouco tempo depois q ficou viuva. Nao sei se tem fundamento.

    ResponderExcluir
  10. Duas correções: o supermercado nunca foi construído, ao contrário do que diz o texto, e a construção ocorreu entre 1918 e 1921, e não 1912. Abraços.

    ResponderExcluir

HEBDOMADÁRIOS CEARENSES

  Wilson Ibiapina Jornais de pequenas cidades do interior do Ceará, principalmente no século passado, sempre se manifestavam em defesa de ca...