terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

OS 70 ANOS DO GRANDE MESTRE







26 de Fevereiro de 2013 é uma data especial para o Conversa Piaba. Há 70 anos nascia o criador do Blog, o jornalista Wilson Ibiapina. E para homenagear o grande mestre, começamos apresentando Wilson Ibiapina por ele mesmo. 



Se você quer saber, sou um jornalista do tempo da máquina de escrever mecânica. A mesma que minha neta de 12 anos viu no escritório lá em casa e perguntou se era nosso primeiro computador. Era sim. Que prazer martelar as teclas nas redações, fazendo aquele barulho que se misturava às vozes dos repórteres, redatores, apuradores, todos falando alto, ao mesmo tempo. Tudo era escrito com cópia em papel carbono. Logo ao lado, as oficinas. As linotipos gemiam nas mãos de hábeis gráficos que tomavam leite para evitar a intoxicação do chumbo. Quem não sujava as mãos na hora da prova com aquele rolinho preto? Quem não deu palpite na prancheta do diagramador?

Vi o rádio que recebia as notícias da UPI em código Morse ser substituído pelo telex, a radiofoto ceder lugar à telefoto e o gravador com fio ser trocado pelo portátil. Se olhar para trás a gente vai contabilizado os anos nas redações de O Estado, Rádio Iracema, Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, TV Ceará, jornal Unitário, TV Manchete, Rede Globo, SBT, Correio do Povo de Porto Alegre, Radio Tupi, Sistema Verdes Mares, assessorias de imprensa, jornais alternativos. Satélite era coisa da Nasa e telefone sem fio instrumento de trabalho das forças armadas.

A silenciosa redação de hoje não tem nada a ver com as do século passado. Até as manchetes com o crime , que ajudavam a vender jornal, desapareceram. O jornal que servia à comunidade, defendia o interesse público, hoje virou empresa, negócio. A propalada liberdade de imprensa é do patrão.

O satélite, o computador , o celular nos colocam no centro da aldeia global que tanto o canadense Marshal Mcluhan falava. Hoje, além da Edilma minha mulher, tenho o filho Fábio que se fez jornalista já na era da informática e domina o computador com a mesma precisão que dominei as pretinhas da Olivetti. Quando me pergunto o que ainda estou fazendo nesse meio, fico imaginando que deve ser a minha curiosidade de repórter, louco para saber onde vai dar tudo isso.

Um comentário:

  1. Wilson Ibiapina! pessoa indispensável no círculo dos amigos respeitáveis e queridos. Raro talento, jornalista que nos diverte e nos encanta com seu texto brilhante e histórias deliciosas. Esse menino curioso, mente brilhante, alma feminina, pequeno grande homem que amamos. Um abraço, irmão.

    ResponderExcluir

MINUTO DE SILÊNCIO - CURIOSIDADE

Hoje em dia é comum fazer um minuto de silêncio para homenagear uma pessoa que morreu. Uma prática que já virou tradição em vários países. F...