quinta-feira, 24 de outubro de 2013

PEDAÇOS DE CORAÇÃO



AYRTON ROCHA

“ A VELHICE NÃO É PARA COVARDES “  ( ÉDIHT PIAF )

Procuro em mim,
Pedaços do meu coração
Que se despetalou como uma Flor
Depois, que o Cravo a feriu
Procuro em minha alma
O porquê desta dor imensa
Que hoje me faz tanto sofrer
Procuro em meus olhos
As lágrimas da minha dor
Que um dia tanto chorei
Procuro em meus sonhos
A beleza da vida
Que um dia tanto vivi
Procuro em mim,
As ilusões perdidas
Que nelas, um dia acreditei
E que jamais vou encontrá-las
Procuro em mim
O sorriso da minha mocidade
Que hoje virou só saudade
Me deixando tão triste assim
Procuro em mim
As lembranças vividas
De um amor tão bonito
E que hoje me faz chorar
De tanto te amar
Procuro em mim
A beleza de teu rosto
Que tantas carícias eu fiz
Procuro em teu corpo nu
O frenesi do nosso amor
Que nos enlouquecia de paixão
Procuro em teu sorriso
Aquela doçura de tua pureza
Onde tua boca
Era o refúgio de meus beijos
Procuro lá dentro de mim
Por que, tudo ficou tão triste assim?
Procuro mais dentro de mim
A felicidade, que um dia
Em mim veio morar
E que não me deixa mais sonhar
Olho para bem dentro de mim
E só vejo a dor e a saudade
Juntinhos, chorando a minha dor
Hoje, nossos abraços
São ternos de angustia
Por não querer, nunca jamais nos perder
Olho para nós dois e vejo a velhice chegando
Nossas mãos se encontrando
E sem nunca querer dizer adeus

2 comentários:

  1. Sem palavras..... quanta delicadeza e ternura..... procuro em ti, e encontro grande poeta, meu tio.
    bjssssssss,
    Mônica

    ResponderExcluir
  2. O que cabe dentro do seu poema, somente seus versos são capazes de definir. O que cabe dentro da sua poética, só seus versos são capazes de dizer. Agora o que cabe dentro de você Ayrton , só sua alma de pode explica. Seus pedaços são só seus. Cada pétala que cai da sua Rosa não é mais um ano de vida que passou, e sim, é mais um verso, que no papel você fez manchar de poesia.

    ResponderExcluir

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...