sábado, 28 de abril de 2018

Um super herói cearense




Wilson Ibiapina

A BandNews, rádio FM da Bandeirantes, em Brasília, apresenta, pela manhã, um programa em que são lembrados os super-heróis que marcaram a infância dos ouvintes.

Mino, pai do Capitão Rapadura
Não ouvi até hoje uma só referência ao primeiro super-herói brasileiro, personagem fictício de histórias em quadrinho criado pelo cartunista cearense Hermínio Castelo Branco. Mino, como ele assina suas histórias, diz que o lema do Capitão Rapadura é "O herói que tudo atura".  Trata-se de um humilde cearense, com aspecto de camponês, que usa um chapéu de couro daqueles que o sanfoneiro Dominguinhos carregava na cabeça. Sua fonte de energia é a rapadura, feita de cana-de-açúcar. Basta uma lambida num pedaço de rapadura para que aquele cearense se transforme num super-herói. 

Mino, que também é humorista, já levou o Capitão Rapadura por aventuras até no exterior. Ao contrário de outros super-heróis, o Capitão Rapadura se recusa a usar a violência para combater o mal. Seu maior super poder que aparece quando lambe a rapadura, é  poder  voar. A Wikipédia revela na Internet que as principais habilidades do Capitão Rapadura são a astúcia, a força de vontade e principalmente o bom humor.



A primeira historia desse super-herói que surgiu no Ceará foi publicada em 1973, no Almanaque do Mino, sob o título "Capitão Rapadura contra a Peba da Aldeota”. Mino satiriza os buracos que enchem as ruas do bairro mais elegante de Fortaleza.

Hoje, de quando em vez,  o Capitão aparece nas páginas do Diário do Nordeste. Atualmente o Capitão Rapadura tem sido assediado por partidos políticos que querem lançá-lo como candidato nas próximas eleições. O nosso herói tem resistido, preferindo aparecer somente nos momentos em que possa livrar nosso povo do mal, amém.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...