sexta-feira, 18 de março de 2011

A ALIMENTAÇÃO DE OBAMA



A palavra "vegan" desembarca com Obama no Brasil. Ao pedir comida vegan, ele espalhou pelo país esse seu jeito de se alimentar sem carne, leite nem ovos. Ou seja: nada do que tenha origem animal entra na alimentação. O dirigente da nação que mais consome hamburguer no mundo só se alimenta com refeições vegan.


O veganismo observa o direito dos animais pelo ângulo da ética, e os adeptos dessa filosofia não admitem qualquer exploração ou abuso sobre os exemplares da fauna, seja qual for a espécie. O termo vegan (a pronúncia é "vígan") é uma corruptela da expressão inglesa "vegetarian" – suprimindo-se o núcleo da palavra, sobra a junção entre as três primeiras e as duas últimas letras da versão inglesa da palavra "vegeratiano". Ao invés de animais irracionais, os adeptos do veganismo preferem chamar os demais seres vivos de "não humanos".

A dieta vegana está deixando o nicho de certos grupos de ativistas para alcançar um público cada vez maior. Na Internet circula um documentário narrado pelo ex-beatle Paul McCartney mostrando a crueldade do sistema de criação e abate de animais como porco, galinha, peru, bovinos e ovinos. Recentemente, a apresentadora de TV Oprah Winfrey lançou um desafio a funcionáriows do programa dela para que seguissem uma dieta vegana por uma semana, ensinando ao público os aspectos positivos de uma dieta baseada em vegetais e os pontos negativos do consumo de carne.

A propaganda contra os horrores das fazendas industriais e os efeitos negativos do consumo de carne sobre a saúde é grande. Já são explicados com detalhes em livros como Fast-Food e O Dilema do Onívoro. Estas publicações ainda não alcançaram a grande maioria da população.

Em artigo postado na Internet, Eva Batt diz que o veganismo sempre ressaltou a necessidade de uma alimentação saudável que respeite os animais. Enfatiza a importância de preservar o solo e o uso correto da terra, para que futuras gerações não a encontrem com erosão, queimada, sem os minerais necessários para uma vida saudável. Os veganos confiam em métodos naturais (alimentação pura, ar fresco, sol, exercício etc.) ao invés de vacinas e medicamentos para manter corpo e mente saudáveis. Na visão vegana, também a contaminação da água com esgoto, resíduos industriais ou adição de flúor é contrária aos interesses da comunidade.

Devido à sua fé em Ahimsa (que em sânscrito significa: não matar, não machucar, energia inofensiva), os veganos tendem ao pacifismo e opõem-se a todos os tipos de atividade agressiva.


2 comentários:

  1. Sentimento nobre Presidente.
    Que outros também se interessem e pratiquem esta alimentaçao.
    Mas náo como moda, e sim como ideal, consciencia e filosofia.
    Vânia Marques

    ResponderExcluir
  2. Matéria curta, mas imparcial e informativa. O mundo precisa do veganismo, e, ainda que os adultos já sejam muito viciados em sua comida e seja difícil aderir ao veganismo, os pais podem se esforçar para criar seus filhos dentro dessa ideologia que só tende a trazer benefícios ao meio ambiente, pessoas e animais.

    ResponderExcluir

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...