terça-feira, 15 de março de 2011

SALVE O JAPÃO


A catástrofe no Japão é tema desse cartaz.
No meio de tanta desgraça, um primor de design e a delicadeza de um povo.

Ayrton Rocha

O japonês é um povo diferente. Diante de tantos problemas, se comporta exemplarmente. Não se vê um tumulto, pessoas correndo e chorando pelas ruas. Não se tem notícia de saque.

O Imperador ainda pede que eles tenham calma. Povo que sabe sofrer calado. Como se todos estivessem reunindo forças para o trabalho de recuperação.

Essa capacidade de renascer das cinzas já provaram depois das bombas que destruiram vidas e cidades, depois de outros terremotos.

Wilson Ibiapina



Um comentário:

  1. Meu caro Zé Wilson,

    Hoje estou com a macaca. E dizem que "macaco que muito pula quer chumbo." Pois lá vai.
    Os orientais em geral têm uma cultura milenar. Confúcio viveu na mesma época de muitos filósofos gregos que todos conhecemos no Ocidente. Nós pouco sabemos deles. Embora eles saibam muito de nós.
    Nós somos filhos do imediatismo, da mentalidade extrativista dos colonizadores( pau brasil, ouro, cana de açucar etc), do aqui e agora. Até pra preservar o que os colonizadores construiram, temos dificuldade. O IPHAN é da década de 30 e fruto da iniciativa de pessoas geniais como Lúcio Costa e Rodrigo de Andrade.E todo dia se destrói edificações importantes do ponto de vista histórico e/ou artístico.
    Juscelino foi muito criticado por construir Brasília e a Belém-Brasilia, integrando a região Norte em viagens por terra. Assim como o Sarney por iniciar a Ferrovia Norte-Sul.
    Juscelino merece crítica por ter abandonado o sistema ferroviário brasileiro em favor do transporte ferroviário. O mesmo aconteceu com a navegação de cabotagem.
    Talvez o Brasil seja o único grande país do Mundo que não é cortado por ferrovias. Ou que com essa costa imensa, não tenha navios circulando diariamente com passageiros.
    O Brasil é o País da Novidade do Dia. Amanhã, já não serve o que é exaltado hoje.
    Os orientais não abandonam suas tradições. O passado está sempre presente no futuro.
    O Brasil continua sendo o País do Futuro. Até quando?

    ResponderExcluir

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...