sábado, 2 de junho de 2012

ESTÍMULO



O  desembargador escritor Durval Aires Filho, depois de ler o Conversa Piaba:
 
WI: sempre escuto a Conversa Piaba. Espera: sendo impresso, não escuto, vejo e, aproveitando a visão, leio.  

É leve o formato e o texto é gostoso. Tem quase tudo que gosto, digo do papo, das crônicas, das variedades de temas soltos. Na verdade, pra mim,  funciona como uma "boa nicotina", portanto,  um alívio para quem passou o dia ouvindo notícias de política ou de mercado, e examinado sentenças de "cognição saturada". 

abçs. Durval Filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...