sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

SONHOS DO ANO NOVO






Ayrton Rocha

“Sonhos. É preciso Sonhar. Mas na condição de crer em nosso sonho.

De examinar com atenção a vida real.

De confrontar nossa observação com nosso sonho.

De realizar escrupulosamente nossa fantasia. Sonhos acredite neles. “(Lênin)

Hoje eu quero sonhar dentro da vida Real.

Quero encontrar por aí Caetano Veloso com toda sua ''Alegria-Alegria''.

Quero ver o Gil num ''Domingo no Parque, mandando ''Aquele Abraço''.

Ver Chico Buarque na pracinha vendo a ''Banda Passar''.

O meu bom amigo, Tom Jobim, em grande estilo, esperando as ''Águas de Marços''.

O bom Poeta Vinícius num Bar em Ipanema dizendo o ''Soneto da Fidelidade''.

Encontrar Antônio Maria no Bar ''Rond Point'' em Copacabana falando baixinho sua ''Valsa de uma Cidade''.

Abraçar o Paulinho Soledade na sua boate Zum Zum e ouvi-lo dizer que ''Estão Voltando as Flores''.

Eu não quero encontrar o Fábio Júnior cantando o ''Pai Herói''. Meu Coração judiado já não suporta mais emoção.
Mas gostaria de cruzar na noite de Nova York com Norman Mailler escrevendo sobre o ''Bêbado Sério'':

''Um homem deve beber até que localize a verdade. Há uma obra de arte criada na maioria dos bêbados sérios.

Beber é uma atividade séria e quem o faz está tentando acabar com uma obsessão.

Existe na vida uma trágica ironia. Não adianta evitá-la''.

Também em Nova York num Pub com um piano suave, pedir ao Sinatra que cante só para mim ''Night and Day''.

Quero encontrar na madrugada do Rio o Pedro das Flores e confessar pra ele que ''Ontem senti na lapela a alma de uma flor que eu matei'' (Orlandino Rocha).

Ver o Picasso pintar ''Guernica'' ou escrever ''Pintar é liberta-se, e isso é o essencial''.

Neruda abraçado à seus ideais dizendo poemas.

Mao Tse Tung falando a mais pura e profunda verdade:

''O perfume das Roas não fica nas Mãos de quem as recebe e sim de quem as dá''.

''Van Gogh'' com todas suas perturbações pintando a suavidade dos ''Girassóis''.

Portinari retratando os tristes problemas sociais deste País.
Fernando Pessoa e suas ''Cartas de Amor''.

Drummond para suavizar nossas noites no alto das montanhas de Minas, botando no papel suas mais belas poesias.

Que bom encontrar Guevara lutando pelo seu ideal na ânsia da igualdade da raça humana.

Quero encontrar nas paredes do meu quarto e na suavidade de minha sala todo o sentimento e alma nas cores dos quadros do ''Ayrton'', o artista que eu vi nascer.

Quero encontrar minha Filha Fernanda numa constelação de estrelas, matar minha saudade, e com ela um dia ficar.

Dizer pro Milton Nascimento que também guardo muito bem guardado meus amigos no meu Coração.

E se eu ''Puder falar com Deus'', vou agradecer todo caráter, amor e dignidade de meus filhos.

E aproveito para pedir que eu possa continuar sorrindo para meus Netos.

Vou com certeza num fim de tarde encontrar Dolores Duran e lhe pedir a rosa mais linda que houver, porque hoje eu quero enfeitar a noite do ''Meu Bem''.

Um brinde do poeta Ayrton Rocha ao Novo Ano



Um comentário:

  1. Querido tio,
    amei, amei, amei....amei o que você disse e como disse!!!!!!!!!!!!
    bjs e um Feliz 2013

    ResponderExcluir

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...