quarta-feira, 25 de setembro de 2013

VINÍCIUS E NERUDA


O poeta Ayrton Rocha nos lembra que este mês completa 40 anos da morte de Pablo Neruda. Para homenageá-lo apresentamos esta belíssima fotografia de autoria de Pedro de Moraes, que mostra dois dos maiores poetas da América Latina na mesma mesa, Pablo Neruda e Vinícius de Moraes, que em 1960 escreveu um soneto ao amigo Pablo.

Foto de Pedro de Moraes. Vinícius de Moraes e Pablo Neruda


Soneto a Pablo Neruda

Quantos caminhos não fizemos juntos
Neruda, meu irmão, meu companheiro...
Mas este encontro súbito, entre muitos
Não foi ele o mais belo e verdadeiro?

Canto maior, canto menor - dois cantos
Fazem-se agora ouvir sob o Cruzeiro
E em seu recesso as cóleras e os prantos
Do homem chileno e do homem brasileiro

E o seu amor - o amor que hoje encontramos...
Por isso, ao se tocarem nossos ramos
Celebro-te ainda além, Cantor Geral

Porque como eu, bicho pesado, voas
Mas mais alto e melhor do céu entoas
Teu furioso canto material!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...