quarta-feira, 25 de setembro de 2013

VIVA O CEARÁ

Foto de Hermínio Oliveira


É um orgulho danado mesmo. Eita que eu saio do Ceará, mas o Ceará não sai de mim. É como dizia o poeta Paula Nei, “Pelo Brasil eu morro. Pelo Ceará eu mato”.

Wilson Ibiapina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...