sábado, 8 de fevereiro de 2014

HISTÓRIA EM RUÍNAS


A casa de dona Mariinha Gomes foi palco de muitas festas em Ubajara nos anos 50 e 60. Foi lá onde o Humberto Soares Costa, o Bastistão do seu Zé Ferreira, eu, o Florival Miranda tomamos os nossos primeiros porres.  Ainda adolescentes, não resistíamos ao  gosto da  cachaça Adorável, que ela fabricava. Pura  ou com suco de frutas e mel de abelha. Até hoje ando por aí procurando em outras aguardentes aquele inesquecível sabor . 

O Florival manda a matéria da TV Diário que mostra o estado de abando da casa, no Sitio Buriti, que foi salão de visitas de Ubajara.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...