sábado, 14 de janeiro de 2012

COCA-COLA COMPROVA HONESTIDADE DOS PORTUGUESES


Taí um povo honesto


Em recente viagem a Lisboa, a Edilma, minha mulher, perdeu a bolsa com dinheiro, cartões de crédito e as indicações da TAP para as nossas passagens de volta. Foi na estação Alameda, cruzamento das linhas verde e vermelha, uma das mais movimentadas do metrô de Lisboa. 


Os amigos Álvaro Augusto e Paulinho Sabóia ligaram de Fortaleza e nos distraímos encantados com a lembrança deles em nos telefonar. Passei o telemóvel, como eles chamam o celular, pra Edilma, justamente quando ela abria a bolsa para retirar os tíquetes e liberar a roleta da estação. Acreditamos que foi nessa hora que a bolsa caiu. Ela só foi notar quando já estávamos de volta ao hotel. Corri à estação e nem sombra. 

Em meio ao desespero iniciamos uma verdadeira maratona para descobrir os números dos telefones da Visa, Credicard, American Express, Banco do Brasil e da TAP. Já tínhamos conseguido cancelar o Visa e o Credicard quando o telefone tocou. Era a TAP avisando que a bolsa tinha sido encontrada e estava em poder da polícia. Logo em seguida, uma nova chamada, desta vez da própria polícia indicando que a bolsa estava no Posto da estação do metrô Vasco da Gama.

A primeira surpresa: como descobriram nosso telefone, onde estávamos. A outra surpresa: A carteira estava com tudo dentro, dinheiro e cartões. 

Agora, recebo um e-mail do *Charles Marar* mostrando que a Coca-cola resolveu testar a honestidade dos portugueses.


Dias antes do jogo entre Benfica e Sporting (1-0), no estádio da Luz, perto das bilheteiras, foi deixada uma carteira no chão com um cartão de sócio do Sporting e um bilhete para o derby do passado sábado. O objetivo era observar se as pessoas iriam devolver a carteira ou ficar com ela. 95% devolveram a carteira, atitude que foi filmada por várias câmaras ocultas. 


Para recompensar a honestidade daqueles que não se deixaram tentar, a Coca-Cola ofereceu um bilhete para o jogo. No sábado, antes do apito inicial, o vídeo foi exibido nos ecrãs gigantes do estádio da Luz, perante os aplausos de mais de 60 mil pessoas.


Numa altura em que os portugueses se preparam para enfrentar inúmeras medidas de austeridade, a Coca-Cola quis divulgar uma mensagem diferente:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...