domingo, 30 de janeiro de 2011

CEARÁ CULTURAL



O sertão, a serra, o interior do Ceará é um caldeirão cultural fervendo. Ligo pro Angelim do Icó e pergunto pelas novidades e ele vai contando:

"Camarada, estarei de 29 de janeiro até 20 de fevereiro gravando no Sertão de Quixeramobim a Sedição de Juazeiro - a 1ª Minissérie Cearense".


Angelim não brinca em serviço. Olha só o que é essa ‪Minissérie Cearense SEDIÇÃO DE JUAZEIRO:

"Será uma minissérie de onde se estrairá um longametragem, parecido com o procedimento da mini-serie e filme o auto da compadecida de Miguel Arraes. Iremos contar a historia do Padre Cícero e a emancipação de Juazeiro do Norte de forma dramática para televisão e cinema.
A produção deverá envolver mais de 200 participantes e contará com efeitos especiais. Esta parte do trabalho será desenvolvida por meio da experiência do diretor Daniel Abreu. Ele buscou nos Estados Unidos as técnicas que não irá poupar na minissérie", conta Angelim.


O projeto da produção foi aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura do Estado, e tem o patrocínio da Coelce. O roteiro da produção é assinado por Jonas Luis da Silva, de Icapuí.


Algumas emissoras foram contatadas e farão parceria para exibir o trabalho, a exemplo da TV Assembleia e do Canal Universitário.


A Sedição de Juazeiro foi um conflito entre o Governo Federal e forças que buscavam manter a hegemonia da oligarquia Accioly no Ceará, apoiada pelo Padre Cícero. O interventor Franco Rabelo iniciou uma perseguição ao "Padim". A região foi defendida pelas tropas de Floro Bartolomeu e por jagunços devotos do "Padim". O conflito resultou na deposição de Franco Rabelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...