segunda-feira, 21 de novembro de 2016

A PRAÇA ESAÚ DE CARVALHO


É no setor Sudoeste de Brasília que fica a bucólica pracinha Esaú de Carvalho.

O nome da praça é uma homenagem ao jornalista cearense que teve participação ativa na vida cultural da cidade. Esaú, que nasceu em Fortaleza, morava no Rio quando visitou pela primeira vez a cidade em construção. A partir de 1957, toda vez que o presidente Juscelino vinha visitar o canteiro de obras da futura capital, Esaú estava junto.

Foi dos poucos jornalistas a acompanhar de perto  as mais diferentes fases da construção. Em abril de 1960 ele desembarcou em Brasília compondo a equipe de O Globo que veio instalar a sucursal do jornal carioca. Esaú, que era irmão do maestro Eleazar de Carvalho, foi um dos fundadores da Casa do Ceará em Brasília, diretor da Faculdade de Comunicação do CEUB, ajudou a criar a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional e teve destacada atuação como presbítero da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil. Foi presidente do Instituto Cultural Brasil-Israel e membro de entidades como a Academia de Letras e Música do Brasil, Associação Nacional de Escritores, Clube dos Pioneiros de Brasília e do Instituto Histórico e Geográfico do DF.


Esaú de Carvalho morreu em agosto de 1999.  A pracinha é a nossa  homenagem a um pioneiro que amou Brasília. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...