terça-feira, 24 de maio de 2011

O CENTRO DO MUNDO



Newton Pedrosa

O saudoso Virgilio Távora costumava dizer que os cearenses pensam que o Ceará é o centro do mundo. Queria dizer com isso que nós pensamos que todos os holofotes do mundo estão virados para n ós e que de nossas decisões depende a sorte do universo.

Tinha razão o velho político. O cearense, principalmente a sua Imprensa,que reflete o que pensamos, padece de um ufanismo doentio, irreal e provinciano.

No Ceará, segundo esse pensamento, reside toda a grandeza da terra. O que fazemos e o que praticamos sempre são maior e melhor que em qualquer outra parte.

Nossa renda "per capta" sempre é a maior e a nossa indústria supera muitos pólos industriais do sul do país. Temos a rádio e a televisão mais ouvida e assistida do país, e assim caminha o nosso orgulho descabido.

Mas, como por aqui tudo é grande, temos o outro lado também. Temos, por exemplo, o segundo maior roubo de bancos (Banco Central) do mundo e o primeiro do Brasil.

Temos, igualmente, a cesta básica mais cara do país, os piores índices de saúde e de educação, a capital mais esburacada e cheia de lixo do planeta.

E para completar esse cabedal fenomenal, temos a prefeita mais mal avaliada do Brasil e mais irresponsável. Depois de tudo isso,temos que concordar com o Virgilio e dizer que pensamos centro que o Ceará é o centro do mundo.

Por que, não, hein?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...