quarta-feira, 25 de maio de 2011

O PERIGO VERMELHO


Sou do tempo em que a China era chamada de "perigo vermelho". Tempo em que Mao Tse Tung implantava o socialismo e o país exportava os ensinamentos de Karl Marx. Hoje, o "perigo vermelho" vem da pujança do grande país asiático. Os chineses exportam produtos industrializados que invadem o mundo.

A China é o maior parceiro comercial do Brasil, com intercâmbio de US$ 56 bilhões em 2010, o que representou crescimento de 52,7% em relação a 2009. O saldo comercial foi favorável ao Brasil em 2010, em mais de US$ 5 bilhões. Em 2010, a China foi igualmente o maior investidor estrangeiro no Brasil.


Para você ter idéia da força empreendedora dos chineses, eles conseguiram construir em apenas seis dias um hotel de 15 andares. Lá eles se preocupam em atender a demanda, gerando riquezas. Contrário daqui, onde a burocracia, filha da corrupção, empacam obras, até as mais insignificantes.



O Prédio

Os moradores de Changsha (China) que nos últimos dias não passaram pelo centro da cidade

arriscam-se a ter uma grande surpresa: em seis dias, nasceu ali um novo hotel, de 15 andares.

E não é uma estrutura de contraplacado que vem abaixo ao menor sopro. Trata-se de um

edifício moderno, com isolamento térmico e acústico e capacidade para resistir a sismos.

Segredo? Os componentes foram pré-fabricados e depois montados no local no sistema

de "Just In Time"


Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...