segunda-feira, 23 de novembro de 2015

ACEITA UM DRINQUE?


 
Wilson Ibiapina
Um dentista de Brasília ganhou de presente de um cliente duas garrafas de uísque Old Parr 12 anos. Um dia, olhando para o bar de sua casa, viu as duas garrafas e resolveu chamar alguns amigos para ajudá-lo a saborear o uísque criado em 1871 pelos irmãos James e Samuel Greemles.
Ao formular o convite ia contando que a bebida foi batizada de Old Parr em homenagem ao velho Thomas Parr, que nasceu em 1483 e viveu 152 anos. A outro, dizia que o espírito de longevidade deste incrível homem estava em cada dose de Old Parr.  A um terceiro amigo informava que envelhecido por 12 anos, o principal malte de composição é o Cragganmore, o mais famoso malte de Speyside, região onde nasceu o scotch whisky.
De posse dessas informações, que deixaram todos com água na boca, sedentos para devorar aquela maravilha, chegaram ao apartamento do dr. Safe Carneiro. Foram levados a uma varanda com cadeiras e uma mesa com copos, gelo e tira-gosto. Faltava o legítimo malte escocês.
Marcelo Ribas, que devia fazer parte desse grupo, conta que o dono da casa tomou o maior susto quando chegou ao bar para pegar as prometidas garrafas de Old Parr. Para sua surpresa, estavam vazias.
Um de seus irmãos, diariamente, de gole em gole, devorou o precioso líquido. Na prateleira, ainda lacradas, apenas duas garrafas de Old Eight, o primeiro whisky brasileiro, produzido a partir de 1965 com maltes envelhecidos 8 anos.
 
O jeito foi pedir desculpa e , na maior cara de pau, o dentista ofereceu o Old Eight. Para quem estava preparado para um Old Parr 12 anos, foi mesmo que um tapa. Revolta geral. Não adiantou o argumento de que o Old Eight ficou conhecido pelo slogan "O bom whisky você conhece no dia seguinte".
Um dos convidados bradou irritado:
- Você nos convida para um Old Parr e  nos oferece um Old Eight! Isso é uma ofensa.
O anfitrião, sem ter mais argumento saiu-se com essa:
- Não entendo vocês. Não sei pra que tanto protesto. Não estão vendo que Old Eight também é par?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...