segunda-feira, 23 de novembro de 2015

DESCULPA DE BIRITEIRO



Wilson Ibiapina
 
Marcelo Ribas é um mineiro super conhecido, que teve que vender bares e restaurantes para se dedicar apenas ao cartório que tem o nome dele. Não deu pra misturar as duas coisas.  Ribas conta que, quando era dono do Gaff, um recanto brasiliense que dividia com o Piantela, do Marco Aurélio, a preferência dos políticos, viu num canto um velho freguês que estava  sumido.

Depois dos cumprimentos, o frequentador do Gaff contou que não andou passando bem e que, a conselho de amigos, pediu ajuda de um médico. Depois de analisar um monte de exames, o doutor viu que ele estava bebendo muito, passou uns remédios e o conselho: - Se você quer viver mais, diminua o consumo de bebidas.
A receita recomendava:  no máximo duas taças de vinho e duas doses de uísque por dia. Saiu do consultório achando que o doutor estava exagerando.  Foi em busca de uma segunda opinião. E o novo médico foi claro: Não exagere, não passe de duas taças de vinho e duas doses de uísque por dia.
Parecia perseguição. Saiu e procurou um terceiro, um quarto médico. Todos com a mesma recomendação.
Marcelo Ribas, que estava impressionado com a voracidade com que o amigo continuava bebendo, perguntou:
 Oito taças de vinho, oito doses de uísque, todo dia, você não acha que está bebendo muito?

- Não! Consultei a quatro médicos. Cada um recomendou duas doses de uísque e duas de vinho. Estou respeitando a prescrição.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...