segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

ACONTECE CADA UMA...


Todo mundo  lembra do general Costa e Silva que assinou o Ato Institucional número cinco.  famoso AI-5 , baixado em 13 de dezembro de 1968,  foi a expressão mais acabada da ditadura militar. Vigorou até dezembro de 1978 e produziu ações arbitrárias de efeitos duradouros. Definiu o momento mais duro do regime militar. 
Pedro Aleixo
Mas ninguém lembra que o vice-presidente da República na época, o mineiro Pedro Aleixo, negou-se a assinar o AI-5. O presidente Costa Silva perguntou-lhe: 
- O senhor não confia em mim?

E Pedro Aleixo: 
- Presidente, o problema de uma lei assim não é o senhor, nem os que com o senhor governam o País; o problema é o guarda da esquina".

O alerta não impediu que o decreto fosse assinado, atirando o Brasil num dos períodos mais sombrios de nossa  história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...