quarta-feira, 19 de março de 2014

JOSÉ MARTÍ, UM PATRIOTA





O cubano José Martí, aos 16 anos, influenciado pelas ideias separatistas de seu professor, o poeta Rafael Maria de Mendive, expressa sua fé revolucionária em um drama patriótico em versos, o Abdala. Foi publicado no único número do jornal La Pátria Libre.

Abdala, um guerreiro núbio, enfrenta o império egípcio, a fim de redimir seu povo:

“Eu sou Núbio! Todo meu povo/ Espera-me para defender sua liberdade!”

A mãe de Abdala, Espirita, debate com ele uma questão fundamental: QUAL É A MAIS PROFUNDA ESPÉCIE DE AMOR.

Espirita: morrer pela pátria é amor maior do que aquele que sua mãe desperta em seu peito?


Abdala: Por acaso você acredita que existe algo mais sublime do que a pátria?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...