quarta-feira, 19 de março de 2014

O REPÓRTER AMADOR






O vendedor ambulante Chico Tobias era dono de um vozeirão  bastante conhecido nas ruas do Crato, cidade mais importante do Cariri cearense.  Nelson Faheina  conta em seu livro Fatos, Fotos e Fantasias, que Tobias vendia seus produtos rapidamente usando sua voz potente. 

Aí colocaram na cabeça do camelô que devia ser repórter de rádio. Tinha tudo para encarar um microfone. Ele pegou corda e começou a  assediar o radialista Wilson Machado, o mesmo que se transferiu depois para Fortaleza onde foi eleito deputado estadual. 

Numa manhã, quando apresentava seu programa na rádio Araripe do Crato, Wilson Machado recebeu um telefonema. Era o Chico Tobias comunicando que o fazendeiro Antônio Ferreira de Alencar tinha morrido e que ele estava no velório. Sabia tudo sobre o ilustre morto. O radialista resolveu testá-lo, o fazendeiro era pessoa importante na região, tinha grande projeção política. Orientou rapidamente o Chico que entrou ao vivo:  

“Estamos aqui no velório do fazendeiro Antônio Ferreira de Alencar, grande líder comunitário. Wilson Machado, no ano passado o seu Antônio Ferreira tentou o suicídio atirando na própria cabeça. Como estava nervoso, acertou apenas na orelha direta e escapou. No inicio desse ano, quando dirigia seu carro,  tentou o suicídio pela segunda vez se jogando dentro do açude, mas foi salvo por alguns pescadores que estavam no local. Na madrugada de hoje, pela terceira vez, tentou o suicídio, se enforcando numa árvore. Dessa vez, senhoras e senhores, ele obteve sucesso.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...