segunda-feira, 22 de junho de 2015

TRANSPOSIÇÃO REDENTORA


 
O Projeto de Integração do Rio São Francisco é a maior obra de infraestrutura hídrica do país e figura entre as 50 maiores construções de infraestrutura em execução no mundo, diz o Ministério da Integração.
Quando vejo a dificuldade que o governo vem enfrentando para transpor o rio São Francisco, lembro a obra monumental que os chineses executaram  em 486 A.C, na época, uma das maravilhas do mundo.Um canal ligando a China de norte a sul para transportar alimentos e irrigar as áreas em sua extensão.
A transposição do São Francico  prevê a construção de 700 quilometros de canais de concreto em dois eixos beneficiando Pernambuco, Ceará, Paraiba e Rio Grande do Norte, os que mais sofrem com a seca. Vinte e oito por cento da população brasileira vive no Nordeste que só tem três por cento de disponibilidade dágua.
O canal chinês se estende por 1.800 quilometros e, ainda hoje, é a mais longa via fluvial construida pelo homem. O canal foi ampliado em 1411 por Zhu Di, fundador da dinastia Ming, o mesmo imperador que transferiu a capital chinesa de Nanquim para Pequim, onde ergueu a cidade proibida, O canal liga Pequim, ao norte, a Hangzhou, na costa, ao sul de Xangai. Metade dos 6 milhões de operários morreu na construção.
A transposição do velho chico vai levar água para o agronegócio e matar a sede de nordestinos de quatro estados. São 4 tuneis, 14 aquedutos, 9 estações de bombeamento e 27 reservatórios, além da recuperação de 23 açudes. Serão atendidas 325 comunidades que residem a uma distância de cinco quilômetros da margem dos canais dos Eixos Norte e Leste. Dos 22 municípios beneficiados nesta iniciativa, 11 estão em Pernambuco, cinco no Ceará, cinco na Paraíba e um na Bahia.
Segundo o Ministério da Integração, assim como ocorre a integração do rio São Francisco no Brasil, outros países também adotaram ações semelhantes para enfrentar a falta de oferta de água. Veja alguns exemplos das principais transposições de água no mundo:
 
  • Projeto Colorado-Big Thompson, EUA: Conjunto de 12 reservatórios, 56 quilômetros  de túneis  e 153 Km de canais que transpõe as águas do Rio Colorado a oeste das Montanhas Rochosas para sua vertente leste em direção ao Rio Big Thompson.
 
  • Sistema Hidrelétrico das Montanhas Snowy, Austrália: Conjunto de 16 reservatórios, sete usinas, uma estação de bombeamento e, 145 quilômetros de túneis e 80 km de adutoras que coleta e armazena água que normalmente fluiria  do leste para o litoral, sendo desviada do Rio Snowy para os rios Murray e Murrumbidgee. Estimativa de custo: US$ 820 milhões.
 
  •  Projeto de Transferência de Água de Wanjiazhai: Conjunto de adutoras na região noroeste da Província de Shanxi, com três eixos distintos com 44 quilômetros, 100 quilômetros e 167 quilômetros, extraindo água do Rio Amarelo-Huang He.) Estimativa de custo: US$ 1,5 bilhão.
  
  • Transposição Tejo-Segura, Espanha: Transferência de água da bacia do Rio Tejo, localizada na vertente do Oceano Atlântico da península ibérica, para a bacia do Rio Segura, região seca situada no sudeste da Espanha.
  •  
  • Projeto do canal El-Salaam, Egito: Construção de adutora de 150 quilômetros que transportaria água de sistema de esgotos misturada à água do Rio Nilo do delta do rio para o Sinai.
  • Projeto Especial Chavimochic, Peru: Túneis, canais abertos, adutoras enterradas e sifões trazendo água para regiões mais elevadas dos rios localizados nas proximidades da costa norte do Peru.
A transposição do São Francisco, iniciada em 2007, tinha sua conclusão prevista para 2012. Atraso na obra obrigou mudar a inauguração para o próximo 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM CEARENSE SURREAL

Wilson Ibiapina Darcílio Lima ainda jovem, no apogeu criativo O cantor e Compositor Raimundo Fagner, que também é pintor, foi quem lembrou-m...